fbpx

A revolução do Refrigerante Natural R600a

A revolução do Refrigerante Natural R600a

No artigo de hoje falaremos sobre o Refrigerante Natural R600a.

Este artigo é para tirar algumas dúvidas de técnicos que trabalham com compressores que utilizam o fluído refrigerante R600a.

A revolução do Refrigerante Natural R600a

Esse fluido refrigerante, também conhecido como isobutano, e sua utilização vem crescendo ao redor do mundo por ser um fluído refrigerante natural.

No Brasil a sua utilização vem crescendo, principalmente, pelo baixo impacto no meio ambiente, como a camada de ozônio, por exemplo.

Além de proporcionar ao sistema de refrigeração um aumento em sua eficiência energética.

No mercado há uma gama bem variada de compressores que utilizam o fluído refrigerante natural R600a.

Entretanto, e necessário estar atento alguns cuidados na hora de manipular, uma vez que o fluído é inflamável.

Mas, quais cuidados são importantes ter mente ao trabalhar com esse produto?

Todo sistema de refrigeração que usa o gás R600a é fabricado a prova de faísca.

O que reduz o risco de problemas como pegar fogo, por exemplo.

Além do que a quantidade de carga de gás refrigerante nesses produtos é bem pequena.

 Ainda que haja vazamentos, o risco de ocorrer uma explosão é quase zero.

Esses compressores podem ser aplicados de duas formas diferentes:

1- Solda oxiacetileno

Que é processo de soldagem que utiliza o calor gerado por uma chama de um gás combustível e o oxigênio para fundir o metal-base e o metal de adição.

   A revolução do Refrigerante Natural R600a                      

Para esse tipo de processo nunca utilize maçarico no sistema com gás dentro, uma que este é inflamável.

Todo cuidado é pouco.

Primeiramente, faça o esvaziamento da carga de gás, antes de retirar o compressor.

Uma boa medida a ser tomada é passar uma carga de nitrogênio por dentro do sistema, a fim de remover qualquer resquício de gás R600a que tenha ficado lá dentro.

2- União sem solda

Essa tecnologia utiliza a união do tubo do compressor ao tudo do sistema por meio da junta e o do vedante.

Para essa técnica, também são necessários alguns cuidados, como a quantidade de cola utilizada.

Coloque apenas um pouco, e já será suficiente para colar os tubos.

Cuidado com o excesso de cola, pois como consequência disso, ela entra na tubulação e precipita no fundo do compressor.

La dentro essa cola atua como se fosse um chiclete, acumulando todas as partículas de sujeira do processo de fabricação do sistema.

E essa bola de sujeira pode ser sugado pelo compressor, fazendo com ele trave.

Podendo comprometer a funcionabilidade e a confiabilidade do compressor, bem como o funcionamento e a vida útil do sistema.

Utilize componentes elétricos compatíveis com o sistema do gás R600a, ou seja, utilize componentes corretos.

Pois, caso um componente elétrico do sistema venha queimar, faça a substituição por peças que foram aprovadas para trabalhar com hidrocarbonetos.

Não improvise, respeite os procedimentos operacionais!

Essa foi a dica de hoje, espero que tenham gostado.

Até a próxima!

Você pode se interessar:

Como limpar máquina de lavar roupa e como evitar sujeira?

Lavadora Brastemp Double Whash 15 kg Review por uma dona de casa

Electrolux Mini Duo (LSE03) de parede para embutir

 

Refrimaq Dicas e Cursos no Youtube

Sobre Anderson rey

Autor: Anderson rey, Nascido em Belém do pará no ano de 1980 casado, Empresário, técnico em refrigeração, técnico em lavadoras, eletricista predial, mais de 14 anos de experiência, empreendedor. objetivo dele é, ser feliz e fazer pessoas felizes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

REFRIMAQ - Copyright 2019 MARCA REGISTRADA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - CNPJ: 28.062.401/0001­-95 - Nosso whatsap (48) 3017-0100 - Atenção esse whatsap não é para suporte dos alunos, mas sim para informações de cursos e parcerias. Email: Suporte@refrimaq.org